Escolas Superiores Portais
ESEESAESTGESSESCEESDL MULTIMÉDIAINTERNACIONAL
Escola Superior de Educação
Escola Superior Agrária
Escola Superior de Tecnologia e Gestão
Escola Superior de Saúde
Escola Superior de Ciências Empresariais
Escola Superior de Desporto e Lazer
SASOTICEMPREGO
 
   
 

Termalismo e Bem-Estar

Termalismo e Bem-Estar

Primeiros Técnicos formados

Politécnico de Viana coloca no mercado de trabalho os primeiros técnicos Superiores em Termalismo e Bem-Estar

“Excelência na formação e na componente prática garantiu emprego a quase todos”

Estão oficialmente formados os primeiros 24 Técnicos Superiores em Termalismo e Bem-estar da Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (ESS-IPVC). A cerimónia que marcou o início de uma nova fase para 24 estudantes contou com a presença de docentes, estudantes e familiares. A grande maioria encontra-se já a trabalhar sendo que os restantes optaram por dar continuidade aos seus estudos prosseguindo para um curso de licenciatura. A diretora da ESS-IPVC, Mara Rocha, congratula-se pelos primeiros formados na área e fala do crescimento pessoal e profissional dos novos técnicos.

Há dois anos entraram na ESS-IPVC os primeiros estudantes no CTESP de Termalismo e Bem-estar. “Foi preciso trabalhar muito com eles desde a componente humana à profissional”, começa por revelar Mara Rocha diretora da ESS-IPVC que não escondia o orgulho por ver os primeiros formados a concluir o curso. “Estou muito orgulhosa porque de facto houve um crescimento enorme a todos os níveis. E mais orgulhosa fico por saber que colocamos no mercado de trabalho excelentes profissionais altamente qualificados”.

De uma turma de 24 praticamente todos ficaram a trabalhar. “Nós já sabíamos que a turma era boa até pelas informações que tínhamos recolhido das empresas que os receberam para fazer estágio. Aliás há uma grande maioria que ficou a trabalhar no local onde fez estágio”, adianta Mara Rocha. “Praticamente todos estão colocados e os que não estão são aqueles que têm como objetivo a continuidade da sua formação no imediato, ou seja, vão continuar os estudos fazendo uma licenciatura”.

A qualidade da formação aliada a uma boa componente prática faz com que estes novos profissionais sejam elogiados pelas diversas entidades empregadoras deste setor. “É de facto muito boa a impressão que os empresários têm dos alunos deste curso. Desde a componente de formação em sala de aula como a componente prática faz com que eles saiam da escola uns profissionais completamente capazes de exercer a sua função. São unanimes os elogios por parte das empesas que os acolheram no período de estágio ao ponto de quase todos terem recebido proposta de emprego”.

Por estratégia a ESS IPVC apenas abre este CTESP em Termalismo e bem-estar de 2 em 2 anos garantindo assim a qualidade da formação de todos aqueles que o frequentam.

Agora que saem os primeiros 24 formados no CTESP encontram-se a decorrer as inscrições para mais uma nova edição do curso até 31 de agosto.

Última atualização: 
26.07.2018
 

Imagens

Termalismo e Bem-Estar

Imagens

Termalismo e Bem-Estar

Imagens

Termalismo e Bem-Estar

Imagens

Termalismo e Bem-Estar

Imagens

Termalismo e Bem-Estar

Imagens

Termalismo e Bem-Estar

Imagens

Termalismo e Bem-Estar

Partilhar

 
 
 
 
 
 
 

Em destaque

EM AGENDA

D S T Q Q S S
 
1
 
2
 
3
 
4
 
5
 
6
 
7
 
8
 
9
 
10
 
11
 
12
 
13
 
14
 
15
 
16
 
17
 
18
 
19
 
20
 
21
 
22
 
23
 
24
 
25
 
26
 
27
 
28
 
29
 
30
 
31
 
 
 
 
Format: 2018-10-22
Format: 2018-10-22